Atletas da Memorial-Santos vencem Circuito Pan-americano de Paraciclismo

Lauro Chaman e Márcia Fanhani, paraciclistas da Memorial-Santos/FUPES, venceram o Circuito Pan-americano de paraciclismo de Estrada – Etapa Brasil, disputado neste final de semana, dias 15 e 16, em Diadema/SP. Competição foi válida para o ranking mundial classificatório para as paralimpiadas de Tóquio 2020 e reuniu atletas do Brasil, Argentina, Venezuela, Paraguai, Peru e Portugal.

Márcia Fanhani e Cris Silva venceram na categoria Tandem (Foto: Divulgação)

O Circuito Pan-americano foi disputado em dois dias. No contrarrelógio individual, realizado no sábado, 15, Lauro Chaman, atual campeão brasileiro de contrarrelógio nas modalidades olímpicas e paralímpicas, subiu no lugar mais alto do pódio na categoria MC5. O atleta venceu a prova com a marca de 26min49seg504. A prata ficou com Soelito Gorh (Indaiatuba) e Jonatan Mineiro (Avulso) ficou com o bronze.

Lauro Chaman no CRI (Crédito: Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB)

Na disputa da categoria Tandem feminino – categoria para deficiente visual – Márcia Fanhani e a piloto Cristiane Silva demonstraram muito sincronismo e estabeleceram o melhor tempo, terminando com mais de 4min de vantagem sobre a seleção argentina, que ficou com a prata.

Márcia e Cristiane na Tandem  (Crédito: Ana Patrícia/Exemplus Comunicação/CPB)

Resistência

No domingo foi a vez da prova de resistência, uma prova de 70 km , e os atletas da Memorial-Santos repetiram o resultado: Lauro Chaman venceu na categoria MC5 e Márcia Fanhani e a piloto Cristiane Silva venceram na categoria Tandem. Também da Memorial, Eliziario dos Santos ficou na quinta colocação na categoria Handbike.

Foi uma competição muito legal e bem disputada, com a participação de atletas de vários países. Conseguimos realizar um excelente trabalho e a somatória de pontos das duas provas nos deu o titulo da competição nas categorias Tandem e Ciclismo C5. Estamos muito felizes pelo titulo e também por ver como o ciclismo paralímpico está crescendo no Brasil.

Lauro Chaman

Lauro que também é atletas da categoria Elite, se prepara agora para o Campeonato Paulista de Estrada, no próximo final de semana, e na sequencia, o Campeonato Brasileiro.

Classificações no Paraciclismo

Tandem B – atletas com deficiência visual que competem em uma tandem com um piloto vidente na frente;

Handbike H1 a H4 – apenas para provas de estrada, essa classe contempla atletas com deficiência que afete suas pernas, competem usando uma handbike.

T1 a T2 – também existente apenas nas provas de estrada, contempla atletas com deficiência que afete o equilíbrio, que competem usando um triciclo;

C1 a C5 – atletas com com deficiência que afete pernas, braços e/ou tronco, mas que competem com uma bicicleta convencional.

Nas classes H, T e C, quanto menor o número da classe, maior o impacto da deficiência na sua habilidade em pedalar. Assim, um ciclista C1 terá uma deficiência com mais impacto na sua habilidade em pedalar que um ciclista C5. Isso equilibra as disputas, tornando-as ainda melhores.

Sobre a equipe

A Equipe Memorial-Santos/Fupes tem o patrocínio da Memorial Necrópole e Prefeitura de Santos através da Fundação Pró Esporte de Santos, co-patrocinio de Espaçolaser Depilação, Unisanta, Penks Vestuário e Mauro Ribeiro Suporte, além do apoio de Bontrager, Kode, Clínica Move e Suporte Comunica.

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *